Falta apenas uma semana para o Enlésbi 2013!

ENLESBI O TAL DO BANNER

I Encontro de Lésbicas e Mulheres Bissexuais do Estado da Bahia
Diálogos Possíveis
Lesbianizar e Racializar o Estado da Bahia
16 e 17 de agosto de 2013

No Grande Hotel da Barra , local do 2° SENALE – Seminário Nacional de Lésbicas e Mulheres Bissexuais – , que foi realizado há 16 anos.
Organização: Fórum Baiano LGBT, LIGA BRASILEIRA DE LÉSBICAS, GRUPO AMULETO e NUGSEX-DIADORIM/UNEB

Acesse: https://www.facebook.com/enlesbi?ref=ts&fref=ts

Algumas palavras sobre o EnLésBi

Unidas pelo desejo de construir lesbianidades e feminismos críticos, do tipo radical, visceral, criativo, libertário e heterodissidente, livres de violências de gênero, lésbicas e mulheres bissexuais da Bahia se reuniram em Ilhéus, durante o Seminário de Fortalecimento do Fórum Baiano LGBT, realizando no período de 05 a 08 de dezembro/2012 para sonhar o EnLesBi, para ousar, revolucionar, compartilhar, rir, brincar, criar, debater, promover, denunciar, sonhar, transformar.
Desde então, o EnLesBi vem sendo construído de forma presencial e virtual. Muitas foram as tessituras pelas redes sociais e pela “rede tim”.
Muitas foram as “rodas de conversa”, em Salvador, Ilhéus, Lauro de Freitas, Simões Filho e Castro Alves. Nossa pedagogia é feminista, prevalece a politica do afeto, da solidariedade, A construção é coletiva, participativa e colaborativa
Construímos o EnLesBi para nos conhecer, nos entender, nos fortalecer. Queremos compartilhar nossas experiências, de ativismos, de enfrentamento e superação de violências.

Somos lésbicas e mulheres bissexuais em movimento por políticas públicas e justiça social. Somos múltiplas, diversas. Estamos juntas, em legião. Queremos refletir coletivamente sobre nós mesmas e sobre o futuro do nosso movimento.
Financiamento do EnLesBi

O EnLesBi não é um Encontro autônomo. É financiado pela SESAB -Secretaria de Saúde do Estado da Bahia. Teve apoio da SEC/SUDEB – Superintendência de Educação Básica da Secretaria de Educação do Estado da Bahia e do Diadorim – Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidade da Universidade do Estado da Bahia. A SESAB garantiu nossa hospedagem e alimentação. A SUDEB e o Diadorim/UNEB contribuíram com passagens. Outras entidades e pessoas parceiras contribuíram com ideias, com apoio político, solidário, feminista. A todas elas nosso reconhecimento e agradecimento. Agradecemos em especial a Vereadora Fabiola Mansur, a ex-vereadora Vania Galvão, ao parceiro Bial e aos companheirxos gays, trans feministas do FBLGBT.

Sem a ajuda de muita gente, o EnLesBi não seria possível.

As “pendengas” que surgiram no final do caminho exigiram mudanças na data e na programação inicial. A alteração da data teve o propósito de não comprometer a participação das companheiras em outras ações do dia 29 de agosto que serão realizadas em diferentes municípios do nosso Estado.
A programação foi modificada para se ajustar ao orçamento da Secretaria de Saúde. Reduzimos a programação, mas não comprometemos a qualidade do debate. A expectativa é nos encontrar em Salvador e depois seguirmos em legião para o interior do Estado para lesbianizar e racializar a Bahia de Norte a Sul.
Lesbianizar e racializar é trazer a perspectiva lésbica para cena do de debate. É reiterar a noção de que a raça constitui a sujeita lésbicas.
O cenário politico da Bahia e do Brasil exige ação/reação nossa a cada dia. Dados produzidos pelo movimento social e pelo governo apontam a situação de vulnerabilidade da comunidade LGBT.

A lesbofobia racializada é naturalizada, invisibilizada, não denunciada, consentida pela cultura e pelo Estado brasileiro que não avança no processo de criminalização da homofobia no pais.

O EnLesBi se apresenta nesse cenário como ponto de resistência. Para nós chega de lesbofobia, queremos mais amor, queremos cantar, dançar, brindar a existência/resistência lésbica. Queremos união, conexão, vibração.
Somos redes LESBI em movimento.

O I EnLésBi é espaço de construção política, lugar coletivo, colaborativo, e participativo. Lugar de diálogo entre os segmentos de lésbicas e mulheres bissexuais, academia e Estado.
O foco do Encontro é a construção da cidadania e dos Direitos Humanos das Lésbicas e Mulheres Bissexuais.
O objetivo é fomentar formação política no intuito de combater o racismo, a lesbofobia, o sexismo e demais expressões da violência de gênero. Também é propósito do encontro a construção de redes de solidariedade, a produção e difusão de conhecimentos relevantes para as lésbicas, mulheres bissexuais e suas/nossas lutas.
“Queremos mais lésbicas e mais mulheres bissexuais no poder”. Queremos revolucionar o mundo que apaga nossos sonhos, tomba nossos corpos e ceifa nossas vidas.
Vejam os critérios de participação, se inscrevam.
Com afeto , nos desejamos um encontro feminista, solidário e participativo!

Anúncios

Sobre secdiadorim

Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidade da UNEB
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.